Do Protagonismo ao Empreendedorismo Soci

Reflexão Semanal 

26.06.2020

 

Do Protagonismo ao Empreendedorismo Social

Você é Protagonista?

 

Ser protagonista é desempenhar ou ocupar o primeiro lugar num acontecimento, que pode ser no trabalho, na escola ou na vida, deixando sua assinatura nos detalhes. Com isso, podemos entender o protagonismo juvenil.

O Protagonismo Juvenil é utilizar um método, no qual o jovem pode participar como intérprete de ações que não dizem respeito à sua vida privada, familiar e afetiva, mas a problemas relativos aos aspectos sociais que o cercam, iniciando na escola, no seu grupo social ou sociedade de forma mais efetiva. Outro fator importante do protagonismo é a concepção do jovem como ser autônomo de suas ações, e com responsabilidade para assumir tais atos.

Essa concepção de aprender a conhecer, a fazer, conviver e ser deve balizá-lo ao mundo, a partir de sua realidade, conscientizando-se de suas escolhas, contudo cabe ressaltar que os conhecimentos não se dão apenas pelos caminhos formais (livros), mas pela experiência de fazer e conviver com outros pares e outros valores, centralizando esse jovem no todo.

Com o posicionamento juvenil, esse indivíduo acaba atuando como incentivador de mudanças sociais. Isso ocorre devido ao processo de julgamento, ampliando a visão de mundo, criticidade, criatividade e participação comunitária, levando-o a criar possibilidades reais de reformas sociais, disseminando conhecimentos a novos processos nos grupos que o cercam ( família, território, escola, etc).

Assim pode-se passar de protagonista para empreendedor social, visto que esses jovens estão demonstrando indícios que já superaram o perfil protagonista e estão se adequando ao perfil para empreendedor social, iniciando busca em programas de apoio ás suas iniciativas de transformação social, mesmo que ainda de forma embrionária.

Outro fator importante referente ao protagonista social é a sua participação ativa na sociedade, por meio da existência das mais variadas instâncias sociais, que seja a imediata, que é a família, como a escola, no território e nos grupos afins. O empreendedor social, também busca auxiliar outras pessoas serem ativas e transformadoras sociais.

 

Cristina Nahum Rodrigues - Psicologa

Silvia Adolfo - Assistente Social