Envelhecimento e Apoio Familiar: Importâ

Reflexão Semanal

16.10.2020

 

Envelhecimento e Apoio Familiar: Importância no Bem-Estar da Pessoa Idosa

O apoio familiar ofertado na forma de amor, afeição, cuidado e suporte social faz a pessoa idosa acreditar que é amada e estimada, e esta atitude pode causar efeitos positivos em sua saúde.

É importante ressaltar que a família tem função primordial de ofertar proteção, afeto, intimidade e identidade social ao idoso, pois o vínculo social pode interferir na qualidade vida e de sua longevidade. A gerontologia tem se preocupado muito com a qualidade de vida na terceira idade.

Existem duas formas de oferecer suporte ao idoso:

1.Rede formal, que consiste nos atendimentos na área da saúde, área da assistência social e demais integrantes da rede de apoio; e

2. rede informal, que são representados pelas relações pessoais e sociais, como família, amigos, vizinhos, que o prestam apoio nos diferentes âmbitos da vida da pessoa idosa.

O envelhecimento faz parte do processo natural e inevitável no decurso da evolução humana, que esta relacionado com a soma das experiências de vida de cada ser humano. Contudo, nota-se que a sociedade está se adequando ao processo de valorização do idoso, oferecendo recursos para enfrentamento de situações de incapacidade, isolamento, solidão e exclusão social.

A vivencia intergeracional tem buscado a valorização do conhecimento e sabedoria dos mais velhos, apoiando a todos os membros a enfrentar as dificuldades com as limitações fisicas e emocionais.

No contexto social percebe-se que a família tinha como modelo o papel do cuidador do membro idoso, porém nas últimas décadas ve-se que essa situação passou por mudanças, uma dessas mudanças foi a inserção da mulher no mercado de trabalho e a divisão de responsabilidades entre os pares, surgindo a necessidade de partilhar a responsabilidade dos cuidados e apoio ao idoso, com instituições públicas e privadas de solidariedade social.

As necessidades afetivas das pessoas idosas não são diferentes das outras pessoas em outras fases da vida. Essas necessidades afetivas são: amor, alegria, realização. O prazer da alegria das relações com outras pessoas fortalece-os para o enfrentamento do estresse, da ansiedade, e dos desafios diários, permitindo-lhes uma qualidade de vida.

Cristina Nahum Roodrigues Psicologa

Silvia Adolfo Assistente Social