Janeiro Branco – A primeira meta é cuida

O “Janeiro Branco” é o mês dedicado à saúde mental, foi criado em 2014, em Minas Gerais, idealizado pelo psicólogo Leonardo Abrahão, com o propósito de conscientizar as pessoas acerca do tema – ainda bastante negligenciado e envolto por uma série de tabus. 

A cor branca representa um quadro ou página em branco. Significa o papel em branco, no qual escreveremos ou desenharemos uma nova história da saúde mental, um novo começo!
No Brasil, estima-se que em cada 100 pessoas pelo menos 30 delas tenham ou venham a ter problemas de saúde mental. A depressão, a ansiedade e a síndrome do pânico são os principais doenças que acometem o ser humano.
Hoje, vários estados da federação engajam-se na campanha, bem como outros países. Por meio de redes sociais, sendo ainda mais fácil a divulgação da campanha e a disseminação do conhecimento.
O fato de o mês escolhido ser o de janeiro, deu-se por ser um período no qual costuma-se ser mais reflexivo e pensativo sobre o ano que passou, as resoluções para o ano que virá, as relações que precisam ser trabalhadas, tudo o que gostaria de ser dito e tudo o que gostaria de ser mudado.
Sabemos que janeiro representa uma mudança de ciclo, por que não utilizar o Janeiro Branco para alertar as pessoas sobre a importância do cuidado em relação a sua saúde mental? É justamente esse o objetivo da campanha: quebrar tabus e dizer que esse cuidado deve estar presente na vida de todos.
Por mais que possa parecer tudo sob controle,  devemos estar atentos com nossa saúde mental e buscar acompanhamento e apoio com os profissionais da área, que é a melhor maneira de se enfrentar as crises e conflitos pessoais, para conquistar os objetivos da sua vida.
Por esses e outros motivos que a campanha do Janeiro Branco é fundamental. É preciso cuidar da saúde mental e trabalhar na sua prevenção.

Cristina Nahum-Psicologa
Silvia Adolfo-Assistente Social