Desapego nada mais é que ter a capacidade de abrir mão de coisas que julgaria importante, além de sentimentos presos a outras pessoas.

O que você possui de bens materiais leva você a ter apego aos mesmos? Você costuma acumular objetos ou sentimentos? Já se sentiu preso a algo e sente que sua vida não vai pra frente devido a isso? Já esteve aprisionado a alguém?
Praticar desapego é fundamental para manter você em equilíbrio como um todo e conquistar qualidade de vida.
Desapegar é a capacidade abdicar de determinadas coisas ou interesses em algo que acreditava ser importante, ou que seria necessário em algum momento na sua vida.
Muitas vezes guardamos algo que nos faz remetem a momentos ou de pessoas que passaram por nossas vidas, e nos desfazer desses objetos causa a impressão de abandonar um ente querido.
Algumas pessoas têm dificuldade de dizer adeus para o seu passado, daquilo que você era e o que você se tornou hoje, devido ao que era. O ser humano está em evolução constante e é isso que o faz crescer; dizer adeus a algo que você foi, abrindo outras portas para o crescimento, novas experiências possibilitam crescimento e amadurecimento.
O desapego não é só material, vai muito além. É claro que abrir mão de objetos acumulados em casa é importante, mas guardar sentimentos, emoções, pode não ser nada bom também.
Pessoas que praticam o desapego conseguem manter o eu interior em constante harmonia, concentram-se no que realmente importa.
Comece pela sua casa: você precisa de tudo que está guardando?
Não precisa ser de uma vez, você pode ir desapegando aos poucos. Doe um pouco hoje, outro na semana que vem. Deixe a sua casa leve, com o básico do que necessita, e isso se aplica a tudo: móveis, roupas, eletrodomésticos etc. Pense que você pode ajudar alguém que realmente precisa com a doação. 

Cristina Nahum-Psicologa
Silvia Adolfo-Assistente Social