Ética, a família e as relações sociais.

Reflexão Semanal

14.08.2020 

 

Ética, a família e as relações sociais.

A família sempre teve papel primário no desenvolvimento e formação das relações sociais das crianças dentro de uma sociedade, ensinando valores éticos, garantindo laços afetivos duradouros, porém é necessário salientar que a escola desempenha um papel significativo como agente de transmissão de valores educacionais, contudo ela não deve substituir a educação dos filhos, que é responsabilidade dos pais.

É importante a família auxiliar as crianças a desenvolverem competências de relacionamentos desde a idade tenra, esse é o segredo para que elas construam um mundo onde possam reconhecer que há os melhores amigos, melhores empregos e ate mesmo os melhores pares afetivos.

É fundamental que cada família encontre os valores que tenham mais afinidades, porém o respeito, a amizade, a responsabilidade, a tolerância e o amor, devem ser a base de todos os valores praticados no seu ambiente familiar.

As relações intergeracionais, possibilitam a valorização do respeito aos mais velhos, que contribuem com referencial de conhecimento, por meio de crenças e histórias de vida, aprendendo sobre as diferencias.

As relações sociais harmoniosas entre os moradores de uma comunidade podem ensinar o valor da amizade e sobretudo que não há necessidade de hostilidade e conflito entre vizinhos, mas a ter atitudes generosas e de gratidão, buscando a felicidade de uma forma geral.

A responsabilidade é uma grande virtude, pois quando você cumpre com seu papel dentro de um contexto social, com integridade, desenvolvendo e entendendo de direitos e deveres, com o exemplo dos pais em pequenas ações, respeitando os limites, seu direito deve ir de encontro ao direito do outro, sempre tendo essa linha tênue da ética.

O individuo que aprende a ser tolerante, sempre será respeitado e bem quisto num ambiente social, adquirindo relações saudáveis, pois quando seus pais demonstram tolerância mediante as dificuldades do cotidiano, ensinam seus filhos a serem fortes e confiantes.

Crianças amadas, serão seres que exalam amor. Amará o próximo e o ambiente em que esta inserida, tornando-as seres humanos acolhedores, gentis e amorosos. Os valores éticos  são necessários porque são diretrizes e ajudam as crianças a encontrarem um sentido para suas vidas. São esses valores que ajudarão as crianças a entender, aceitar e amar mais, não só a si mesmos, mas também as demais pessoas.

Cada atitude e comportamentos positivos no contexto familiar, profissional e estudantil, será o resultando de relações internas do contexto familiar. A capacidade de pensar, sentir e agir e se comportar dos pais refletem nas atitudes dos filhos. Pais éticos ensinam os valores universais e éticos aos seus filhos.

 

Silvia Adolfo - Assistente Social

Cristina nahun - Psicologa